Weby shortcut
Facebook
Instagram
Twitter
capa-noticia-regional-catalao.png

Regional Catalão recebe sistema para geração de energia solar

Sistema será o maior já instalado na UFG e tem capacidade para gerar energia suficiente para abastecer 87 residências

 

Um sistema que permitirá a geração de energia elétrica a partir da conversão direta da luz solar em eletricidade, está sendo instalado na Regional Catalão (RC) da Universidade Federal de Goiás (UFG). Recentemente foi concluída a instalação dos cabos elétricos e realizada a instalação do inversor, que tem o papel de inverter a energia elétrica gerada pelos painéis, que é de corrente contínua, para corrente alternada. Nesse momento, os trabalhos estão concentrados na montagem dos painéis fotovoltaicos, que estão sendo posicionados no telhado do auditório professor Paulo de Bastos Perillo. 

De acordo com Rafael Carvalho, engenheiro eletricista responsável pelo trabalho de instalação, a expectativa é gerar 155 mWh por ano. Segundo o Anuário Estatístico de Energia Elétrica 2016, o consumo médio de energia elétrica residencial em Goiás foi de 148,5 kWh ao mês, e, sendo assim, o sistema que está sendo implantado será capaz de gerar energia para manutenção de aproximadamente 87 residências.  Conforme explica Rafael, a vida útil dos componentes é de no mínimo 25 anos e o sistema permitirá a produção de energia elétrica para consumo durante o dia, uma vez que utiliza a luz solar no processo. No período da noite, é utilizada a energia da Celg, concessionária de energia do estado de Goiás. "O interessante é que o excedente da geração é injetado na rede e retorna para instituição em créditos, o que ocasiona descontos nas futuras contas de energia", afirma.

A coordenadora de Administração e Finanças da Regional Catalão, Élida Alves da Silva, acredita que o sistema deve gerar uma economia mensal de 6 mil reais. Ela explica que o objetivo é instalar 610 kWp, sistema com potencial para gerar a energia consumida atualmente no horário de pico no Câmpus I da RC. Para que isso ocorra, a instituição está adquirindo mais um gerador de 25 kWp e um grupo de servidores da universidade está trabalhando em um projeto para submissão a uma chamada pública da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que pretende solicitar a geração de 200 kWp. 

 

Texto e fotos: Fábio Gaio

Fonte: https://goo.gl/G8Fj0T

Categorias : notícias

Listar Todas Voltar