Weby shortcut
Facebook
Instagram
Twitter

Mesa Redonda: Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nas Universidades Públicas

Evento

: Auditório da Biblioteca Central , Campus II - Samambaia, UFG

: 19 Outubro 2016

 Clique para acessar:
Fotos
Créditos: Adriana Silva
Reportagem da ASCOM
Texto: Giovanna Beltrão

Dados do Evento:
A Coordenação de Transferência e Inovação Tecnológica convida a todos a participarem da Mesa Redonda: Desenvolvimento Tecnológico e Inovação nas Universidades Públicas.
Data: 19 de outubro de 2016.
Horário e Local: De 9h às 11h, Auditório da Biblioteca Central , Campus II - Samambaia, UFG
Inscrições: 
Gratuitas [ENCERRADAS]
Preencha o Formulário de Inscrição, clicando aqui!
Entrega de Certificado de participação (por e-mail em até 15 dias úteis)

Participantes:
Albenones José de Mesquita (FAPEG/UFG)
Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Goiás (1978), mestrado em Medicina Veterinária (HigieneVeterinária, Processamento e Tecnologia de Produtos de Origem Animal) pela Universidade Federal Fluminense (1983) e doutorado em Microbiologia pelo Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo (1991). É professor titular da Universidade Federal de Goias. Foi diretor da Fundação de Apoio à Pesquisa da UFG de 2006 a 2009 e atualmente é diretor científico da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás - FAPEG. (Texto informado pelo autor)

José Aurélio Medeiros da Luz (UFOP)
Engenheiro de Minas pela Universidade Federal de Ouro Preto, mestrado e doutoramento pela Universidade Federal de Minas Gerais. Desde 1999, passou a se dedicar ao setor acadêmico, sendo atualmente professor da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto. Tem experiência na área de engenharia de minas, com ênfase em métodos físicos e físico-químicos de concentração de minérios e reaproveitamento de resíduos, atuando principalmente nos seguintes temas: fenômenos interfaciais, modelagem matemática, desenvolvimento de processos em tecnologia mineral, projeto e dimensionamento de circuitos, secadores rotativos e em leito fluidizado, dinâmica de meios granulares e processos químicos de base mineral. Tem solicitado patentes englobando: dois processos metalúrgicos (um de diminuição de zinco em aglomerados de resíduos siderúrgicos e outro: um novo processo de sinterização autocatalítica bioativada), uma formulação de novo agente expansivo para desmonte ou demolição e um novo processo de catálise heterogênea de biodiesel a partir de insumos de base mineral. Foi sócio da Technomine Mine Services LLC., da Mínero-metalúrgica Sabinópolis Ltda. e da Proativa Engenharia e Tecnologia Ltda. Atualmente é sócio quotista fundador da Jornada Lúcida Editora e de empresa ligada ao setor mineral. É membro da Academia de Ciências de Ouro Preto. Desde junho de 2016 exerce a chefia do Departamento de Engenharia de Minas da UFOP.

Mônica Freiman de Souza Ramos (UFRJ)
Graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestrado em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e doutorado em Ciências Farmacêuticas pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto-USP. Na UFRJ atua como professora adjunta do Departamento de Medicamentos. Na Fundação Oswaldo Cruz atuou como pesquisadora (bolsista 1995-1996 e 2007-2011 - convênio estabelecido entre a UFRJ e a Fiocruz), hoje é colaboradora em diversos projetos relacionados a óleos essenciais e a óleo resina de copaíba. Na Embrapa Acre é colaboradora com convênios firmados relacionados aos projetos vinculados com sua pesquisa com o Genero Copaifera. Com a FCFRP-USP tem vários projetos de colaboração que envolvem o desenvolvimento de formas farmacêuticas. Tem experiência na área de Farmácia, com ênfase em Tecnologia, Farmacêutica,de Cosméticos e Farmacotécnica. Suas linhas de pesquisa são principalmente o desenvolvimento de produtos farmacêuticos e fitoterápicos e a pesquisa e o desenvolvimento de novos sistemas de liberação. Fez parte do desenvolvimento de um produto patenteado e de um pedido de patente, ambos de origem natural com potencial atividade antiinflamatória e antialérgica. É parte integrante de um pedido de patente de um produto bioenergético para a área de nutrição. Suas linhas de pesquisa estão relacionadas com a avaliação química e biológica e o desenvolvimento tecnológico de produtos naturais,para aplicação principalmente nas áreas farmacêutica, alimentícia e cosmética. Seus principais trabalhos estão relacionados a óleos essenciais e terpenos, principalmente das famílias Myrtaceae e Leguminosae,entre outras. Tem direcionado suas pesquisas para a área de desenvolvimento tecnológico de micro e nanopartículas, em especial micro e nanocápsulas para obtenção de sistemas de liberação modificados.

 

III Seminário de Iniciação Científica e Desenvolvimento  Tecnológico e Inovação