Weby shortcut
Facebook
Instagram
Twitter
 capa-noticia-site-bibliolibras.png

UFG lança biblioteca virtual de livros audiovisuais para surdos e deficientes visuais

A Universidade Federal de Goiás criou a Biblioteca Bilíngue de Literatura Infantil e Juvenil (Bibliolibras), um espaço virtual de livros audiovisuais, para crianças e jovens surdos e deficientes visuais. O site disponibiliza 12 contos dos Irmãos Grimm, com interpretação em Libras e áudio em Português. O objetivo é ampliar o acervo com narrativas da cultura oral e contribuir com as escolas inclusivas.

A idealizadora do projeto, escritora e professora do curso Letras Libras, Sueli Maria de Regino, contou que a iniciativa surgiu da necessidade de auxiliar a formação das crianças e jovens surdos. “Normalmente eles não têm acesso às narrativas orais, comuns na infância das crianças ouvintes. Há os que não conhecem sequer as suas histórias familiares. Ficarem à parte desse universo informativo e isso acaba se refletindo em formação”. Segundo a professora, muitos surdos têm dificuldades, quando jovens de entender as narrativas ficcionais em sua totalidade. “Daí a importância de se estimular a leitura e o contato com narrativas desde a infância”.

O site já recebeu o retorno de professores de todo o País que pretendem utilizar o conteúdo em sala de aula. “Os retornos foram extraordinários. Acredito que esse projeto vai realmente alcançar as escolas inclusivas”, comemorou Sueli Regino. “Temos exemplos de que a integração entre surdos e ouvintes pode ocorrer também pelo caminho contrário, com a valorização da língua dos surdos em sala de aula”. As narrativas audiovisuais exploram o português falado, escrito e a Libras, sendo acessíveis tanto para alunos surdos e deficientes visuais quanto para ouvintes.

 23e8b6a77d13eedcd0ceda8e3830c0ff-1024x570.jpg

 

Notícia: O Popular

Categorias: NOTÍCIAS